Estudantes da UFFS podam pomar da APAE

A atividade é fundamental para proporcionar o desenvolvimento e a produção adequada das plantas e, para cada espécie, existe um momento ideal e forma correta de realizá-la

Acadêmicos integrantes do Grupo de Horticultura e Grupo PET, da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Laranjeiras do Sul, realizaram, na semana passada, a poda do pomar doméstico da APAE de Laranjeiras do Sul.

Conforme relata a professora Cláudia Lima, que orientou os estudantes durante a atividade, “o período ideal para realizar a poda seria no mês de agosto, entretanto só conseguimos agendar a atividade para o início de setembro. Foi realizada uma poda de inverno ou poda seca, porque as espécies de clima temperado perdem as folhas neste período. Essa poda consiste na retirada de ramos ladrão, secos, doentes ou quebrados, além das brotações que surgem no cavalo (porta enxerto). Não é uma poda intensa, é mais uma limpeza para facilitar a circulação de ar e a entrada de sol e para manter o sistema de formação delas, o que favorece tanto o desenvolvimento como a frutificação”.

A poda é fundamental para proporcionar o desenvolvimento e a produção adequada das plantas e, para cada espécie, existe um momento ideal e forma correta de realizá-la. A professora ressalta que a poda é realizada quando a espécie precisa, não sendo aplicado calendário de poda. Segundo a docente, “cada espécie vai manifestar o momento adequado de podar, isso vai variar de acordo com as condições climáticas da região. O momento apropriado para realizar a poda é quando a planta começa a emitir as brotações”.

Além disso, o procedimento deve ser realizado utilizando ferramentas, sejam tesouras ou aparadores, adequados para cada tipo de planta e conforme a poda desejada. Outro ponto importante é o cuidado com a cicatrização dos ramos podados, evitando que determinadas doenças e fungos acometam as plantas. Para isso é fundamental a aplicação de produtos com a função cicatrizante, como por exemplo a canela, pasta bordalesa ou até mesmo tinta plástica à base de água, que terá a função de impedir que acumule água no corte e que insetos e doenças se desenvolvam a partir do local podado.

Curso de Ciências Sociais

Está programado para ocorrer no dia 8 de setembro, às 19 horas, a palestra “O papel da pesquisa nas Ciências Sociais”. A atividade será on-line, com transmissão e participação através da plataforma Cisco Webex.

A atividade faz parte do projeto de extensão “Ciclo de Debates em Ciências Sociais: Aproximando mundos” e será ministrada pelo sociólogo Thiago R. Oliveira, que atualmente realiza pós-doutorado no Centro de Investigações Sociais em Nuffield College da University of Oxford e, a partir de agosto de 2022, será professor de Criminologia (Lecturer in Criminology) no Departamento de Sociologia da University of Surrey.

De acordo com o coordenador dos cursos de licenciatura e bacharelado em Ciências Sociais, professor Felipe Mattos Monteiro, “A palestra do professor Thiago é uma atividade importante por vários aspectos: primeiro, porque teremos uma discussão que ultrapassa o interesse específico das Ciências Sociais, uma vez que busca analisar a importância do uso de dados em estudos que têm como preocupação as dinâmicas sociais. E segundo, porque inaugura nos cursos de Ciências Sociais o diálogo com pesquisadores e docentes que exercem suas atividades em redes internacionais e universidades importantes do mundo. Todo esse trabalho é mais um acúmulo na busca de qualificar a formação dos nossos estudantes e, sobretudo, de ampliar a relação com a sociedade”.

A participação no evento é aberta a toda comunidade acadêmica e regional. Não é necessário fazer inscrição antecipadamente, pois será realizada durante o evento, via formulário eletrônico. Haverá certificação para os participantes.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail